Arquivo da categoria: Religião

Nostalgia por um passado inventado

O Médico Amy Tuteur, MD do Science and Medicine argumenta (Science-Based Medicine » Longing for a past that never existed) que a falta de conhecimentos históricos de como era a vida no passado faz com que muitas pessoas supervalorizem uma vida dita mais natural, com alimentos orgânicos, sem pesticidas, mais atividades físicas, sendo que as eventuais doenças que apareciam eram rapidamente tratadas pela sabedoria popular com remédios e tratamentos “naturais”.

De fato, antes das vacinações, dos agrotóxicos e dos avanços da medicina do século XX, a mortalidade infantil era altíssima, a fome ou subnutrição eram muito mais comuns do que (ainda) vemos hoje, a morte da mãe durante ou logo após o parto acontecia com freqüência bem maior do que atualmente, e muita gente morria de causas não conhecidas (“de repente”, doença de homem, caroço em algum orgão, etc).

Não há dúvidas que conhecemos mais doenças atualmente por conta de mais diagnósticos e porque algumas dessas doenças são característica da velhice que não se atingia no passado.

O argumento é consistente estatisticamente, na média. Podemos sempre citar alguém que viveu 110 anos sem os tratamentos modernos, mas é uma exceção ou outra.

Todos almejamos longa vida e de qualidade. E para isto, a ciência moderna tem feito grandes avanços.  Retroceder é uma atitude religiosa sem fundamento.

Nesta mesma linha, recebi, já várias vezes, mensagens com o seguinte argumento nostálgico:

“Os carros do meu pai não tinham cintos de segurança, as bicicletas não tinham nenhum tipo de proteção. Nós carregávamos sempre amigos no cano. Nossos pais nem sabiam onde estávamos, pois não existiam celulares. Ninguém morreu por causa de vermes, tomávamos remédios sem prazo de validade e sobrevivemos”

A realidade é que os hospitais e cemitérios recebem muita gente que andam de bicicletas sem proteção, andam de carro sem cinto de segurança, morrem de vermes ou de remédios vencidos etc. Mas alguns (muitos até) não tiveram acidentes, mas não podemos generalizar e, por mais que não gostemos individualmente, em média, várias destas medidas restritivas salvaram muitas vidas ou evitaram deficiências graves por acidentes. O passado de alegrias era particular, não geral, e algumas memórias desagradáveis foram apagadas (memória seletiva que a psicologia bem entende).

Anúncios

Por que a crença em alienígenas?

O artigo “Por que a crença em alienígenas?” publicado na revista on-line ComCiência resume parte da dissertação de Mestrado de Rodolpho dos Santos que apresenta várias razões para as crenças populares em discos voadores ou OVNIs. Muito bom.

O artigo finaliza com uma forte recomendação, feita originalmente pelo do astrônomo Steven Dick à comunidade científica, sobre a importância de esclarecer o público leigo em geral sobre os fenômenos astronômicos ou atmosféricos e sobre o rigor do método científico.

Quem dera  tivéssemos mais redatores, escritores, roteiristas e diretores com mais conteúdos e menos crenças.

Imagem de filme famoso que trata de extra-terrestre
Imagem de filme famoso que trata de extra-terrestre

Aquário já era: O Sol, Júpiter e Marte estão em Capricórnio

Fui informado que às 7h25m (UT) de hoje,

14/Fevereiro/2009,  dia dedicado à São Valentim nos Estados Unidos e Europa (Valentine´s Day), o patrono e Santo do Amor; a lua em Libra entra na sétima casa dos relacionamentos; e Jupiter e
Marte estarão alinhados no signo de Aquarius …

Mas lamento informar que os astros não estão como a astrologia gostaria. Na realidade, o Sol, Júpiter e Marte estão em Capricórnio. A Lua está próxima da mão da Virgem, e não há grandes alinhamentos vistos da Terra. Veja as ilustrações:

Aqui podemos ver os limites de Capricórnio, um dos signos do zodíaco.

Sol em Capricórnio
Sol em Capricórnio

Agora veja a Lua próxima à mão da Virgem:

Lua em Virgem
Lua em Virgem

Note que o signos do zodíaco na tradição ocidental refere-se à constelação em oposição ao Sol.

Ilustra o significado do zodiaco
Ilustra o significado do zodíaco

O que dizem os astrólogos não tem qualquer relevância. O importante é ter saúde!

Paz para todos. Happy Valentine´s day.

Davi e Golias na faixa de Gaza

Eu acho que todos os envolvidos neste conflito estão fundamentalmente errados! Uns mais outros menos. E não tem como evitar acusar os fundamentalistas religiosos de ambos os lados como os principais responsáveis.

Lamentável e inevitavelmente, o que vai prevalecer será o poder de fogo e não quem tem mais razão agora.

Para ficar registrado, faço um resumo das informações que coletei e termino com uma crônica.

De acordo com a Folha Online – Mundo – Saiba mais sobre a faixa de Gaza – 07/05/2008.

A faixa de Gaza é um território árido e retangular na ponta sudeste do Mediterrâneo, com cerca de 45 quilômetros de comprimento e 10 quilômetros de largura. O território está limitado, a norte e a leste, por Israel e, ao sul, pela península do Sinai (Egito).

A região é habitada por mais de 3.000 anos. …

O Império Otomano dominou Gaza durante centenas de anos até a primeira Guerra Mundial (1914-1918), quando o território tornou-se dominado pelos britânicos junto com o restante da Palestina. A área ficou sob controle do Egito em 1948, durante a guerra árabe-israelense que conduziu à criação do Estado de Israel.

A população da faixa de Gaza triplicou em 1948, quando absorveu um quarto das centenas de milhares dos refugiados palestinos expulsos das áreas que hoje fazem parte de Israel.

Cerca de 1,5 milhão de palestinos moram em Gaza, ….  A faixa de Gaza tem uma das maiores densidades populacionais e taxa de crescimento demográfico do mundo.

Faixa de Gaza
Faixa de Gaza

Localização: Oriente Médio, banhada pelo mar Mediterrâneo, entre o Egito e Israel.

Área: 360 km quadrados

População: 1,5 milhão (estimativa de julho de 2008 )

Religião: muçulmana (99,3%), cristã (0,7%)

Línguas: árabe, hebraico, inglês

PIB: US$ 5,3 bilhões [inclui a Cisjordânia] (2006)

Renda per capita: US$ 1.100 [inclui a Cisjordânia] (2006)

Fontes: CIA – The World Factbook e Reuters

via Folha Online – Mundo – Saiba mais sobre a faixa de Gaza – 07/05/2008.

O prêmio Nobel em literatura, o português/espanhol José Saramago escreveu uma bela crônica sobre o conflito entre os palestinos e Israel: Das pedras de David aos tanques de Golias parte 1 e parte 2. Ele termina com uma advertência que parece uma profecia:

… Israel ainda terá muito que aprender se não é capaz de compreender as razões que podem levar um ser humano a transformar-se numa bomba.

O comentarista Benny Morris é citado por em Bad Timing com o argumento de que o conflito tem motivações eleitoreiras do momento. Primeiro a transição de poder nos EUA, segundo uma eleição em Israel e terceiro uma eleição na faixa de Gaza.

Triste! Veja mais de 30 fotos do conflito:

Artillery shells explode above Gaza City on January 4, 2008, as seen from the Israeli side of the Israel-Gaza border. (PATRICK BAZ/AFP/Getty Images)
Artillery shells explode above Gaza City on January 4, 2008, as seen from the Israeli side of the Israel-Gaza border. (PATRICK BAZ/AFP/Getty Images)

Crença e Descrença na Medicina e na Fé

dr House Dois relatos interessantes tratam a questão das doenças sobre pontos de vistas completamente diferentes.

O primeiro, de um médico sobre sua angústia ao lidar com pacientes que não se impressionam com resultados científicos impressionantes. Read When impressive science fails to impress patients by Dr. David. Gorski.

O segundo, de um pastor evangélico sobre sua angústia ao lidar com religiosos e suas expectativas de milagres (que não acontecem) para a cura de doenças. Leia Onde está o milagre? do pastor Ricardo Gondim.

E por incrível que pareça ambos autores perguntam por que tanta gente acredita em anedotas.

No caso do Dr. Gorski, por que os pacientes se apegam a casos isolados e não acreditam nos dados estatísticos que os bons médicos possuem?
No caso Pr. Gondim, por que os cristãos se apegam a promessas de curas ou milagres sem nenhuma comprovação?

Como diria o Dr. House no episódio Human Error

How come God gets credit whenever something good happens?

O Equinócio, a Lua, Saturno, a estrela Regulus e a Páscoa

Imagem de Regulus Saturno e a LuaPela previsão do tempo, teremos céus limpos na quarta-feira (19/mar/2008) à noite para podermos ver um belo triângulo: a estrela Regulus, o planeta Saturno e a Lua. Não tem como errar.

Regulus faz parte da constelação de Leão.
Constelacao Leao

A estrela Regulus está no plano dos planetas e não raro ela aparece próximo a um dos planetas. Veja a outra vez recente. Na realidade são 3 estrelas relativamente próximas uma das outras e uma delas, a mais brilhante, tem luminosidade equivalente a 140 sóis. É um grupo fascinante para aprender.

Na sexta-feira 21 teremos a Páscoa cristã (por que agora? Veja a explicação aqui) que vai coincidir com o dia do equinócio de março. Neste dia, o tempo de dia e noite são iguais. Daqui pra frente, no hemisfério Sul, o dia vai diminuir até chegar o inverno.

Vamos comemorar e comer o coelho da páscoa pois o Leão lá de cima não vai alcançar a gente aqui. Regulus está a 77 anos luz da gente.

Apocalipse em 2012 ?

Uma grande mistura de bobagens. Mas tudo é cultura.

Está escrito na Bíblia cristã sobre o julgamento final, em Apocalipse 20:12 (Veja os números! O ano está em código. Ahahaha): Vi também os mortos, tanto os importantes como os humildes, que estavam de pé diante do trono. Foram abertos livros, e também foi aberto outro livro, o Livro da Vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que cada um havia feito, conforme estava escrito nos livros.

Um dos calendários Mayas apresentava um grande ciclo que termina em torno do sábado 22 de Dezembro de 2012.

Maya Calendar

Ciclo Composto de Dias Anos
(aprox.)
kin 1
uinal 20 kin 20
tun 18 uinal 360 0.986
katun 20 tun 7200 19.7
baktun 20 katun 144,000 394.3
pictun 20 baktun 2,880,000 7,885
calabtun 20 piktun 57,600,000 157,704
kinchiltun 20 calabtun 1,152,000,000 3,154,071
alautun 20 kinchiltun 23,040,000,000 63,081,429

Leia em voz alta os nomes acima.

As datas seriam escritas na seguinte forma:

baktun . katun . tun . uinal . kin

Cada uinal tem um símbolo característico na figura acima. Os dedos dos pés e das mãos eram a base para suas contagens de forma a ter um sistema numérico de base 20 e não o nosso tradicional digital de base 10.

O calendário Maya começou em 0.0.0.0 que segundo historiadores, era em torno de 11 de Agosto de 3114 A.C.

Hoje, 01/03/2008 seria escrito pelos Mayas como 12.9.15.2.4 e a minha filha Joyce nasceu no dia 12.18.11.15.8 (faça sua conversão no fourmilab).

Quando chegar a 13.0.0.0.0 BUM!

É bom lembrar que os Mayas erraram meio milênio atrás pois não previram a invasão espanhola!

Mas Hollywood não pode deixar de faturar com as supertições. Show business: no business, no show. Já tem script e diretor para o filme 2012. [UPDATE] O filme foi um sucesso de bilheteria e exageros. Veja o meu comentário sobre ele.

A NASA divulgou alguns dados que foram interpretados da seguinte maneira: A calota polar norte vai se derreter completamente até o verão de 2012. Veja matéria do Jornal Nacional do dia 12/12/2007. Não achei o press release da NASA propriamente dita. Este é um dos possíveis cenários do aquecimento global ao ritmo atual.

E obviamente Nostradamus previu a colisão de um cometa com a Terra em 2012.

Uma salada perfeita para provocar medo em alguns e espanto em outros.

Read more at Bad Astronomy, at Gia’s blog. Agradeço à Joyce pela sugestão.

As histórias envolvendo os calendários são ricas de cultura, astronomia, história, religião e muitas festas e feriados.

E aprenda tudo sobre os calendários neste site educativo do prof. Fernando Paixão.