Big Brother Galileo Galilei

The Hubble Space Telescope reveals stellar fireworks accompanying galaxy collisions. Image courtesy NASA.
Ilustraçao de uma Galáxia

Há 400 anos, Galileo Galilei ouviu uma fofoca:

Um vidro de espionar por meio do qual objetos visíveis, ainda que muito distantes do olho do observador,  eram visto com distinção como se estivesse próximo.

Curioso e intrigado, ele resolveu construir um instrumento com vidros polidos apropriadamente. E conseguiu! Mas ao contrário dos telespectadores modernos do Big Brother do mundo afora fazem, ele se colocou a observar a Lua, as luas de Júpiter e do que era feita a Via Láctea ao invés de ficar olhando o jardim das casas e palácios de Florença.

Graças aa espírito curioso mas não vulgar de Galileo Galilei, comemoramos os 400 anos do uso dos telescópicos. Por esta razão, 2009 é o ano internacional da astronomia, the International Year of Astronomy 2009 (IYA2009).

Olhe pra cima. Vale a pena!

via The international year of astronomy 2009.

3 opiniões sobre “Big Brother Galileo Galilei”

  1. Opa Prof. Samuel,

    Eu não tinha percebido a ligação do Ano Internacional da Astronomia com o uso do Telescópio pelo Galileu!

    Haverá eventos comemorativos na Unicamp?

    []’s

    Sim, teremos eventos na Unicamp no segundo semestre principalmente pois esperamos ter terminado o nosso Museu Exploratório de Ciências até lá.

  2. Ilustre Professor Samuel,
    Agradeço pelas informações. Nossas comemorações dos 300 Anos do Balão a Ar Quente, integrarão, também as comemorações do Ano Internacional da Astronomia. Afinal…2009 deve ficar na História como o Ano do Céu. Em 1609, há 400 anos, o italiano Galileu Galilei, com sua luneta astronônica, descobriu os segredo celestes… Em 1709, no dia 8 de agosto, na Sala das Embaixadas de Lisboa, diante do rei D. João V, da rainha D. Maria Ana da Áustria e de toda a Corte, Bartolomeu Lourenço de Gusmão, um brasileiro de apenas 24 anos de idade, tornou-se o Primeiro Cientista das Américas, por ter sido o primeiro homem no mundo a elevar um objeto do solo movido pelo calor. Foi o primeiro passo, na conquista do espaço aéreo. Estava aberto o caminho, que levaria o homem ao Céu. E por falar em espaço aéreo, se Gusmão inventou o mais leve que o ar, Alberto Santos-Dumont presenteou a humanidade com o mais pesado que o ar. E foi o Demoiselle, uma aparelho idealizado por Santos-Dumont, que, em 1909 transformou-se no primeiro avião construído em série no mundo, dando início à Indústria Aeronáutica Internacional. Não bastasse essa magia do “9” – 400, 300, 100 -, em 1969, há exatamente quatro décadas, o homem chegou à Lua, no dia 20 de julho, data em que Alberto Santos-Dumont completaria 96 anos de idade. Que feliz coincidência! Ilustre Professor Samuel, o senhor não acha que há motivo de sobra para que nós, brasileiros, também nos alegremos por esse rosário de alegrias que nos conduz aos Céus???? Parabéns por seu trabalho e, pedindo desculpas pela extensão, que é movida pelo entusiasmo e paixão, deixo meu abraço. Laurete Godoy

    Prezada Laurete. Sem dúvida, vamos aproveitar as coincidências, tirar os nove fora, e comemorar o conhecimento, a tecnologia a paixão pelas ciências da natureza e da matemática

  3. vou fazer um trabalho sobre ele, e minha professora pediu uma crítica mais nem fazia idéia do que ele era, posso dizer que estou apaixonada pela história muito interressante li ela toda, se der me manda idéias beijos😉

Os comentários estão desativados.