O que e quanto a futura mãe come determinam o sexo de um feto?

Vai ser menina ou menino?
Menina ou menino?

De acordo com um estudo do Reino Unido (You are what your mother eats: evidence for maternal preconception diet influencing foetal sex in humans), a abundância (limitação)  de alimentos pode favorecer o nascimento de meninas (meninos). Os autores afirmam que este resultado confirmaria a hipótese de que a razão macho/fêmea se ajusta, no sentido evolutivo, aos recursos disponíveis.

O resumo do artigo diz:

… Fifty six per cent of women in the highest third of preconceptional energy intake bore boys, compared with 45% in the lowest third. …

Pelo que entendi, eles separaram a amostragem de 740 mulheres em três grupos. Quem comeu:

  1. muito (54% de meninas)
  2. na média e
  3. pouco.  (55% de meninos)

Não li o artigo todo, no entanto o estudo precisa de um tratamento estatístico mais convincente.

Notem que 740/3 =  247 mulheres, e portanto cada amostra tem uma flutuação estatística normal de 16, isto é 6%  (todos os números foram arredondados aqui).

Assim, o estudo não conclui nada mais que há flutuações estatísticas na razão meninas/meninos.

Se isto não é suficiente para derrubar a conclusão do artigo, um grupo americano argumenta com certa ironia (Cereal-induced gender selection? Most likely a multiple testing false positive) que é mais provável que o teste tenha dado um falso positivo.

Moral da história? Ninguém sabe o que determinou o nosso sexo.

Dica de Plus+Magazine. News from the world of maths: You aren’t what your mother eats.

2 opiniões sobre “O que e quanto a futura mãe come determinam o sexo de um feto?”

  1. Penso que há uma serie de fatores determinantes para o sexo do bebê.
    A procriação humana é um assunto misterioso e fascinante pra mim e gosto de pensar no assunto…
    Sei que em locais com privação de alimentos as mulheres são mais férteis.Uma forma de preservar a espécie…

    Viajando na batatinha sobre isso e falando de observações pessoais sem nenhum fundamento científico,somente especulativo,acho interessante a “teoria de fazer uma menininha”que compreende em que se a mulher chegar ao orgasmo antes do parceiro ela estará propensa a ter meninos por conta do PH vaginal, da liberação de fluidos que são favoráveis ao espermas e que são mais rapidos ,mas menos resistentes.[Informações dadas a mim por uma ginecologista]
    Isso vai de encontro com o perfil de algumas mulheres que conheço que segredam ” não ser muito chegadas a sexo, portanto o faz por obrigação “,não chegam ao orgasmo, fingem tê-los para se livrar da situação e só engravidaram de meninas…
    O nascimento de um menino geralmente é muito comemorado em boa parte das diversas culturas por esse mundão a fora por variados motivos.È como se o pai tivesse sido mais “macho” na hora de fazer o pimpolho.
    Levando em consideração o que a ginecologista falou, um cara que se preocupa em dar orgasmo a parceira antes de ter o seu ou consegue “arrancar” um orgasmo de uma mulher que se diz desinteressada por sexo, deve mesmo ser comemorado com um bom “macho”,hahahaha!
    Há o caso clássico de uma prima distante de minha mãe que teve 6 meninas, não escondia a falta de interesse em sexo até levar o marido ao descontrole; ele, por fim acabou saindo de casa, para alivio dela, ele teve um “filho homem” com a amante,rssss
    Sendo mais que amadora e viajante ainda, todos, digo ,todos os homens que conheço que tiveram uma relação extra-conjugal e engravidaram a amante tiveram meninos e não são poucos os casos que coleciono pra essa minha observação…
    Tudo isso ligado ao que a gineco falou pode ter a ver com o elevado nível de excitação pelo proibido que um caso extra-conjugal deve proporcionar , pode eventualmente mexer com a libido e imaginário fantasioso e romântico feminino que é mola mestra para um orgasmo,aliado ao fato de que o homem encantado com a amante se posiciona de forma mais cuidadosa, delicada e preocupado em satisfazer a parceira, outro item importante pró orgasmo… diferente do modo em que no dia a dia acontece em casa com a esposa pois geralmente a relação esta em decíinio quando ha uma amante na história…coisas assim…
    Todas as vezes que engravidei [3 vezes],foi no periodo que eu havia controlado minha tireoide,portanto,estava magra e restringindo o organismo de algum tipo de alimento. Com certeza meu organismo julgou que eu estava em perigo e me deu uma ovulação bacana como segurança de perpetuação da especie…a natureza é sabia e eu viajo pacas[giria idosa}.
    Pronto, já falei muiiiiito!!
    Bjkas Samuka, o blog ta muito interessante,como sempre!!

    Que viajada, hein? Se a sua hipótese estiver correta, do ponto de vista estatístico, aproximadamente a metade das relações sexuais são rapidinhas, isto é a mulher não tem orgasmo. Não sei como pesquisadores conseguiriam obter esta informação.

    Do ponto de vista de sobrevivência da espécie, a proporção meio a meio não é a otimizada. Bastaria um macho para cada 9 fêmeas para os 9 meses de gestação. Obviamente não somos tão animais assim.

    Volte sempre!

Os comentários estão desativados.