Mentes Brilhantes para Quebrar Cassinos

Quebrando a banca (21) é um filme sobre a aplicação de probabilidades (e trapaças) nos cassinos de Las Vegas, com Kevin Spacey e Jim Sturgess.

Há uma motivação matemática no início. O professor Micky Rosa (Spacey) ensina Cálculo Numérico, equivalente ao MS211 na UNICAMP, e recruta os 5 melhores alunos do MIT, em Boston, para ganhar dos sistemas de cassinos, em Las Vegas.

Duas pontas de aula aparecem.

Na primeira o professor Rosa está tratando do método de Newton-Raphson para encontrar raízes de equações não lineares. O quadro está cheio de contas, alguns gráficos tradicionais mostram pictorialmente a convergência, ou não, para uma solução. iteracao de NewtonVeja o gráfico à esquerda. Mas a aula é interrompida com uma resposta inesperada do aluno genial Ben Campbell (Sturgess). O professor percebe o bom aluno e testa com um desafio famoso:

Um apresentador mostra 3 painéis. Em um deles há um prêmio. O apresentador sabe qual é, mas você não. Nos outros dois, nada.

Você escolhe um painel qualquer.

O apresentador, para provocar as emoções, abre um painel que você não escolheu e está vazio. Aí ele permite você manter a escolha original ou mudar o painel.

Vale a pena ficar com a escolha original? É melhor trocar? Ou tanto faz?

Na outra cena de aula, o professor está falando alguma coisa sobre a seqüencias numéricas e menciona Cauchy. Desta vez Ben provoca o professor dizendo que Cauchy teria plagiado um de seus melhores estudantes.

O filme é entretenimento descartável. Tem sido um sucesso nos EUA porque tem um apelo à possibilidade de enriquecer rapidamente, o sonho americano. Eu não apostaria muitas fichas nisto.

A estratégia de ganhar é apresentada em 30 segundos!

De fato há estratégias de jogo que aumentam as suas chances de ganhar, mas os donos de Cassinos conhecem estas estratégias também. Se você for assistir o filme, não veja o trailler de 2m27s abaixo:

Veja o 21 motivos para ver (ou não) o filme.

3 opiniões sobre “Mentes Brilhantes para Quebrar Cassinos”

Os comentários estão desativados.