Ensino Fundamental: Diagnósticos tristes

Apresento dois diagnósticos sombrios do nível do ensino fundamental no Brasil: A prova internacional PISA e a avaliação de capacitação de professores de uma cidade em São Paulo.

logo pisa 2006A PISA 2006 comparou o rendimento de jovens de 15 anos de 57 países em Ciências, Matemática e Leitura (normalizado pelo rendimento de ciências). O Brasil conquistou uma posição entre o quinquagésimo e o quinquagésimo quarto (com 95% de confiança). Isto é, somos os penúltimos empatados estatisticamente: Indonesia, Argentina, Brazil, Colômbia, Tunísia e Azerbaijão. Só vencemos o Quatar e o Kyrgyzstão.

Veja a tabela completa em grupos de colocação estatística semelhantes (nomes dos países em inglês):

  1. Finland.
  2. Hong Kong-China.
  3. Canada, Chinese Taipei, Estonia, Japan, New Zealand, Australia, Netherlands e Liechtenstein.
  4. Korea, Slovenia, Germany, United Kingdom, Czech Republic, Switzerland, Macao-China, Austria e Belgium.
  5. Ireland, Hungary, Sweden, Poland, Denmark e France.
  6. Croatia, Iceland, Latvia, United States, Slovak Republic, Spain, Lithuania, Norway e Luxembourg.
  7. Russian Federation, Italy, Portugal e Greece.
  8. Israel.
  9. Chile, Serbia, Bulgaria e Uruguay.
  10. Turkey, Jordan, Thailand, Romania e Montenegro.
  11. Mexico.
  12. Indonesia, Argentina, Brazil, Colombia, Tunisia e Azerbaijan.
  13. Qatar e Kyrgyzstan.

O outro diagnóstico é um relatório-desabafo de uma colega após um breve curso de capacitação de matemática para professores em um município em São Paulo (nomes estão omitidos).

Parte positiva: muito boa a iniciativa da secretaria de educação do municipio em oferecer cursos de capacitação a seus professores.

Pontos negativos:

Em primeiro lugar, classes enormes, professores desmotivados. O que fazer?

Vejam o nosso curso de especialização para professores de primeira a quarta series tem 360 horas, dividido em módulos. Com 27 horas quase nada podemos fazer.

Outro grande problema é que muitos professores não entenderam o nosso papel na sala de aula, como professor. Simplesmente eles entravam e se comportavam como se estivessem num sala de estar . Não entendiam que aquilo era para ser uma aula. O que fazer?

Outro problema: não sei porque os professores são designados para a mesma série, sempre. Deveria existir um rodízio de series e de professores. O professor se acomoda numa série e não se interessa com o que acontece nas outras séries e nem para onde o seu aluno está indo. Isto pode mudar?

Vi professores se recusando a aprender algo, só porque não poderia aplicar aquele assunto diretamente na sua sala de aula.

Eu imagino um professor de primeira a quarta série, como tal, ou seja, conhecendo todo o assunto, e também como um educador, no sentido mais amplo.

Não foi o que vimos nas nossas aulas. Professor completamente fora da realidade!! O que fazer????

Outro problema: professores muito na defensiva, não admitem não saber algo e têm muito medo de serem avaliados. Não conseguem fazer uma atividade individual!!! Medo, insegurança, falta de conhecimento, nunca foram avaliados, falta de profissionalismo????

O que fazer? Alguns professores simplesmente não colocaram o seu nome na folha de avaliação!!!

Outro problema: falta de conhecimento………..o que fazer???

Conselhos: primeiro, dividir os professores em classe menores e ensinar Matemática.

Fazer os professores fazerem as provas que estão por ai: prova Brasil, OBMEP, Saresp Pisa, e etc. Verificar como eles se saem.

Exemplo: Apliquei as duas primeiras questões da OBMEP, para crianças de 10 a 11 anos na classe. Primeiro : não conseguiram fazê-las individualmente. Insisti muito mas não conseguiram. Acham tudo difícil e impossível de fazer.

Depois, um ponto muito importante. Muitos não sabem a diferença entre metro linear e metro quadrado.O problema pedia a quantidade de arame a comprar para cercar um galinheiro e muitos deram a resposta em metro quadrado.

Um outro problema que pedi que resolvessem era de estimar a área da Antártica, a partir de um mapa e de uma escala. Este é um problema que foi dado na prova PISA e que encontra (semelhante) no AM da quarta série. Somente alguns conseguiram fazer, uns poucos. O que fazer???

O que fazer?

Leia mais sobre o resultado PISA 2006 no blog da Renata ou no Jornal da Ciência. Read more at the PISA home page.