Dinheiro, Felicidade e Saúde.

Um estudo recente faz coro com os ditados:

  • Dinheiro não traz felicidade: manda buscar. (Márcio Casaroti)
  • A falta de dinheiro é a raiz de todos os males. (George Bernard Shaw)
  • Os jovens, hoje em dia, imaginam que o dinheiro é tudo e, quando ficam velhos, descobrem que é isso mesmo. (Oscar Wilde)
  • Quando se trata de dinheiro, todos têm a mesma religião. (Voltaire)
  • O dinheiro não tem a mínima importância, desde que a gente tenha muito. (Truman Capote)
  • O dinheiro não é tudo. Não se esqueça também do ouro, os diamantes, da platina e das propriedades. (Tom Jobim)

Angus Deaton, professor de Economia e Relações Internacionais da Princeton University, fez um estudo comparativo de níveis de bem estar e confiança em sistema de saúde de mais de uma centena de países: Income, Aging, Health and Wellbeing Around the World: Evidence from the Gallup World Poll. Leia a reportagem sobre o estudo no Jornal da Ciência.

Note que o conceito de felicidade para o economista é mais simples do que para um psicólogo ou para um religioso, por exemplo. Algumas conclusões do estudo são intuitivas. Abaixo, em média, quem está mais (+) ou menos (-) satisfeitos com a vida:Prima Pobre Prima Rica

  1. Ricos +, Pobres -.
  2. Adolescentes +, Idosos -.

Os humoristas exploram o tema com freqüência. Primos (ou primas) pobre e rico (ou rica) e seus conflitos.

O estudo mostra algumas conclusões não tão intuitivas também.

  • O aumento da riqueza de um país nem sempre reflete em aumento nos níveis de satisfação individual.
  • Nos países de língua inglesa, pessoas entre 30 e 50 anos estão menos satisfeitos do que os mais idosos.

Uma nota de 0 a 10 foi calculada para cada país. Com os critérios utilizados o Brasil tirou um pouco menos que 7. Brasileiro é feliz! Por outro lado apenas 40% dos brasileiros estão satisfeito com o sistema de Saúde.

Primo Pobre Primo RicoObserve que o estudo apresenta médias. Obviamente vamos encontrar pobres muito satisfeitos com seu padrão e ricos infelizes mas estes casos são anômalos do ponto de vista estatístico. Um conselheiro, um guru de auto-ajuda, ou um líder religioso vão mostrar caminhos para a felicidade, em alguns casos, independente dos recursos financeiros.

Um outro estudioso do assunto de bem estar (felicidade), o prêmio Nobel Daniel Kahneman, também de Princeton, não tinha encontrado esta correlação pobreza e mal estar. The science of happiness conclui que ficar mais rico não implica maior satisfação com a vida.

Ao meu ver os estudos não são contraditórios. O de Deaton comparou o rico com o pobre e o de Kahneman comparou o rico com o mais rico.

O interesse dos economistas com o assunto de satisfação não é totalmente altruísta. Estes estudos mostram oportunidades de investimentos e direções mais apropriadas para governantes implementarem suas políticas. Isto é, o ponto em questão é a satisfação da maioria, não do indivíduo. Se você quiser fazer uma auto-avaliação dos seu nível de satisfação com a vida visite a página da BBC: Test your happiness.

Acho oportuna, apesar de generalista, a famosa advertência de São Paulo – O amor ao dinheiro é a raíz de todos os males … pois pode trazer dolorosos tormentos. Mas quem já conviveu com muita pobreza sabe da dificuldade em encontrar felicidade em um ambiente de poucos recursos. Talvez por este motivo a Madre Teresa de Calcutá tenha expressado pessimismo e tristeza com a vida que ela estava levando. Isto é, a definição de Aristóteles – a felicidade consiste em fazer o bem – estava errada, ou a Madre não estava fazendo o bem.

Termino com frases aleatórias e algumas de humor de caminhão , pois rir é o melhor remédio:

  • Quem dá aos pobres, dá adeus.
  • Quem dá aos pobres vai cuidar da criança sozinha.
  • Rico tem veia artística. Pobre, varizes.
  • Pobre é igual a prego! Nasceu pra levar na cabeça até afundar ou entortar de vez.
  • Dinheiro é do diabo. Mas quer ver o diabo? Fique sem dinheiro.
  • Pobre é igual a papel higiênico: ou está no rolo ou na merda.
  • Filho de rico é Playboy, de pobre é office-boy.
  • Se dinheiro não traz felicidade, ÓTIMO, me dê o seu e seja feliz!!!!.
  • Tudo o que eu quero na vida é uma chance de provar que o dinheiro não traz felicidade.
  • E o confeiteiro disse a John Lenon: “O sonho acabou…”
  • Um homem de sucesso é o que ganha mais dinheiro do que sua mulher consegue gastar. Uma mulher de sucesso é a que consegue encontrar um homem desses.
  • Queria ser pobre um dia, porque ser todo o dia é foda.
  • Ladrão em casa de pobre só leva susto.
  • Alegria de poste é estar no mato sem cachorro.
  • Mulher deixa o rico sem dinheiro e o pobre sem vergonha.

2 opiniões sobre “Dinheiro, Felicidade e Saúde.”

Os comentários estão desativados.