Vexame das Vaias no Pan e a Teoria dos Enxames.

logo do pan rio 2007Presidente Lula foi vaiado três vezes na abertura dos Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro e não conseguiu falar. Foi constrangedor para muitos e comentado por vários dias.

Mas como um Maracanã lotado resolve vaiar assim?

Aliados e amigos de Lula, e talvez ele próprio, apontam alguma oposição como regentes daquele coral? Não acredito. Acho mais provável um efeito cascata de grupo, vulgarmente “Maria vai com as outras”. Não é um pejorativo de caráter. Se você estiver em um estádio e seus vizinhos vaiarem, é quase instintivo, você acompanha.

Inteligencia ColetivaPor coincidência a edição de Julho da National Geographic Brasil trata da Teoria dos Enxames. É a matéria da capa. A pergunta chave que a pesquisa tenta responder é: Como se explica que as ações simples de cada indivíduo resultem no comportamento complexo do grupo?

Os exemplos são fantásticos: abelhas, formigas, pássaros, peixes, gnus, gafanhotos, vagalumes, operadores de bolsas de valores etc. As fotos na revista impressa são, como tradicionalmente, belíssimas. As fotos on-line nem tanto.

J.P. Trenque ganhou um prêmio com a seguinte fotografia de um cardume:

cardume em harmonia

O articulista P. Miller explica:

Como cada peixe presta muita atenção em seus vizinhos, as notícias propagam-se com rapidez em um cardume de xaréus perto da ilha Cocos, no Pacífico. Os peixes seguem regras simples que deixam o grupo em alerta: manter-se juntos, evitar colisões e nadar na mesma direção.

[update] Se você tiver 5 minutos e puder ver um vídeo com patos em revoadas no YouTube, você não vai se arrepender.

Há vários exemplos em que nós humanos nos comportamos como animais em bando. Acho que o Presidente Lula foi vítima de uma decisão coletiva sem regente.

3 opiniões sobre “Vexame das Vaias no Pan e a Teoria dos Enxames.”

  1. Não acredito que falta de educação seja contagiante. As vaias de milhares de brasileiros só serviram para envergonhar o país, em um evento que uma das intenções é a integração entre as nações e a valorização do atleta, o que a torcida brasileira não fez, vaiando atletas competentes que se esforçaram para estarem ali e por não serem brasileiros foram desmerecidos, envergonhando até os próprios atletas brasileiros, causando assim um constrangimento. Os brasileiros não se orgulham tanto de ser um povo caloroso, receptivo!

  2. Have you thought of the possibility that they are not happy of having him as the president? They are not happy with what he has done to this nation? They dislike him! That’s in plain English…

    Martinha,

    A possibilidade que que “eles” não estejam felizes com o presidente é a primeira a ser pensada. Mas as pesquisas mostram que 60% (aproximadamente, veja a Veja de 05/Agosto/2007) gostam do Lula como presidente! No Rio este índice já foi até maior, a julgar pelos resultados da eleição de 2006. Assim, mesmo considerando que o público do Maracanã não seja representativo em termos estatísticos da população brasileira nem carioca, é difícil imaginar que todos eles não gostassem do presidente (e dos políticos presentes).
    O que chamou a atenção foi a unanimidade da vaia! O que explicaria este tipo de fenômeno? Uma possibilidade certamente é a de que aquele público seja parte exclusiva dos 40% da população brasileira que não gosta do Lula. A outra explicação que forneci é menos política!

    Perceba que o ato de vaiar ou aplaudir fora de contexto pode ser embaraçoso para quem o faz se não for acompanhado pela maioria.

    Samuel

Os comentários estão desativados.