Ensinar não é preciso. Estudar sim.

Alguém definiu uma universidade de excelência como sendo aquela com os melhores alunos e pesquisadores e os piores professores. “Sabem muito mas não sabem explicar” é o que dizem. E de fato não há um esquema 100% garantido de ensinar bem. Ensinar não é preciso. É uma arte. Para um professor cativar e manter a atenção dos alunos, transmitir novos conhecimentos e experiências, interagir com suas expectativas etc precisa ser artista.

O lado do estudante é simples. Quanto mais estudar mais aprende.smile

Todos os indicadores de Educação no Brasil estão abaixo da crítica. É preciso uma revolução no ensino. Nossos jovens devem estudar mais e os professores devem ser mais qualificados. Todos concordam com isto.

Na hora de pagar a conta é que vem a discórdia. O governador não permitiu aumento da porcentagem da educação, outros administradores sequer investem apropriadamente o que manda a lei. Quem pode põe seus filhos nas escolas privadas de ensino básico e pagam valores muito diferentes para o (que seria) o mesmo conteúdo.

Veja levantamento dos salários iniciais de professores (arquivo pdf) da iniciativa privada na cidade de São Paulo, em todos os níveis. Na dinâmica de mercado livre um professor de universidade pode ganhar bem menos que um professor de ensino infantil.

Quando se observa o ganho de um professor primário de escola pública no Brasil confirmamos o disparate. É um dos menores do mundo considerando o poder equivalente de compra. Em outras palavras, os governantes brasileiros acham que as crianças devem estudar, mas não é preciso ensinar.