Falos grandes falam alto?

Ao que parece este é o senso comun entre os homens. Quem tem falo grande é superior. (Vou usar esse sinônimo para não ser automaticamente censurado.) O escritor Antônio Prata escreveu um inteligente e divertido ensaio na revista piauí_dezembro de 2006 onde mostra que a preocupação com o tamanho não é com as mulheres e sim com os vestiários. Prata resume várias técnicas para aumentar o volume do órgão, daqueles e-mails que nunca abri nem li por cautela anti-vírus. “E também não me interessa!” Enfim, o artigo do Prata é instrutivo. Por exemplo, 70% dos falos eretos estão entre 13 e 15 cm. Uma minoria amarela e outra minoria negra está abaixo e acima da média, respectivamente. “Não que o leitor esteja preocupado com isso, …”.

falo grandeA ilustração ao lado deve ser do cômico Rabelais de 1530s.

Mas não vivemos em uma falocracia, dizem os médicos. No entanto, é comum um político mostrar o tamanho ou o peso do seu “cacife”. Rabelais e Freud explicam.
Notícias recentes têm Bush, Chaves e Morales na política internacional. O caso do presidente venezuelano parece exemplo de livro. Ele já tinha o congresso totalmente ao seu lado. Ainda assim vai governar por decretos presidenciais por 18 meses. Para que? Só para mostrar ao seus vizinhos do continente que ele é o cara.

Em São Paulo temos o governador Serra mostrando potência. Mesmo antes da sua posse, trabalhou para manter o banco do estado A Nossa Caixa como pagadora dos salários dos funcionários públicos, transtornados. Para fazer contra-ponto ao presidente em descanso, logo no dia da posse baixou 8 portarias. O pique do Serra é maior.

Uma das portarias mostra quem manda nas Universidades Estaduais. A autonomia da USP, UNICAMP e UNESP vai continuar, sim, pois o Serra é um cavalheiro mas põe o Pinotti na frente, isto é, a Secretaria de Ensino Superior. Imediatamente vemos as verbas das universidades retidas.

Na eleição para a mesa do congresso brasileiro, os presidenciáveis Neves e Serra mostraram ao ex-presidente FHC quem manda mais no PSDB. Eles ficaram na posição mais cômoda, com o volumoso PT de Lula.
Termino com o bordão: É melhor não saber como se faz política nem lingüiça.

Uma opinião sobre “Falos grandes falam alto?”

Os comentários estão desativados.