Como foi a passagem do Cometa McNaught?

cometa mcnaught Quem conseguiu ver o Cometa McNaught? Eu só vi nuvens! Boa parte de Janeiro (2007) foi nublada nos trópicos do Hemisfério sul. Especialmente ao por de Sol. Eu não consegui um janela nos céus. Paciência. Ainda bem que temos a internet. A foto ao lado foi tirada da Nova Zelândia em 17 de Janeiro de 2007, por Trevor Heath sob licença GNU free.

Como desconfiávamos. Este cometa vem de muito longe. A órbita não é fechada.
Os cometas de períodos curtos, como o Halley, vêm do cinturão de Kuiper. Os cometas de períodos longos, como o Hale-Bopp, vêm da nuvem de Oort. Para dar dimensão de distância temos:

  • Sol – Terra = 1 UA
  • Sol – Júpiter = 6 UA
  • Sol – Netuno = 31 UA
  • Sol – Cinturão de Kuiper ~ 40 UA
  • Sol – Nuvem de Oort ~ 50 mil UA

Uma boa animação (em java) da passagem do Cometa pode ser visto no Shadow & Substance.

As órbitas dos astros no Sistema Solar são ajustadas uma das curvas quadráticas em um plano. Há um nome e uma medida, chamada excentricide e , que as classifica:

  • e < 1. Elípses que têm como caso particular o círculo
  • e=1. Parábolas
  • e > 1. Hipérboles

A curva parabólica é a transição entre outras duas. Na prática astronômica não há condições de garantir uma órbita exatamente parabólica. Pelas observações, concluímos que a órbita do Cometa McNaught é uma Hipérbole pois tem excentricidade e=1,00003006.

Assim, este Cometa não está preso ao campo gravitacional do Sol e jamais voltará por estas bandas, a menos que algum outro astro altere sua órbita.

Para apreciar fotos pela internet recomendo:

  1. O site Metsul, tem belas fotos tiradas do sul do Brasil.
  2. O Spaceweather tem várias páginas com as fotos enviadas por internautas do mundo todo.

Os cometas são os visitantes mais ilustres. Mas há outros que podem até causar um dano razoável à Terra em caso de choque. Por exemplo, o objeto identificado por 2006AM4 com 180 m vai passar pertinho de nós no dia 1 de Fevereiro de 2007. Vai chegar a 5 vezes a distância Terra-Lua. Veja a simulação para ficar com medo. Os astrônomos já têm catalogados 832 objetos potencialmente perigosos à Terra.

A sensação de impotência é muito grande. Mas talvez a destruição da vida humana na Terra seja fruto de nossa ignorância e não de objetos que orbitam o Sistema Solar.