O Zoológico das partículas elementares

A física moderna desenvolveu um modelo padrão para as interações ou forças mais fundamentais. Em última análise a matéria parece ser constituída por duas classes de partículas. Os quarks e os léptons. As interações entre as partículas pode ser quantizada por outras partículas, os bósons, por exemplo o fóton o representante quântico da força eletromgnética que carrega a energia da luz.

Recentemente o laboratório americano Fermilab publicou a experiência em que um quark b (bottom) foi observado em um dois grupos de partículas (não elementares) conhecidas por sigma-b bárion. Esta foi a primeira vez que o quark b foi detectado. A dificuldade da observação reside na sua grande massa de repouso (em relação ao outros quarks).

Um laboratório japonês detectou partículas com os quarks c e s que também são massivos. Assim temos o seguinte quadro. particle zoo O modelo padrão tem sido confirmado com precisão fenomenal. O quadro ainda não está completo, mas a quantidade de previsões teóricas confirmadas experimentalmente é fantástica. Veja por exemplo o texto Elementary Particles Today O livro de divulgação O DISCRETO CHARME DAS PARTÍCULAS ELEMENTARES é uma fonte interessante em português.